20.12.08

S.I.L.C.V.

video

Sempre me beijo quando assumo que a
Inteligencia é mais que uma
Lembrança tola do meu
Coração vagabundo.

Sei que estou o cu na mão e
Intimido e suponho a fragrância
Lenta do meu ocioso
Coração Vagabundo

Sucumbi o meu castelo
Imaculei meus guerreiros
Li a poesia da deusa do meu
Coração vagabundo.

Se pensarmos na gratidão
INÚTIL à razão dos mortais
Levaremos tempo, muito tempo no meu
Coração Vagabundo.

S.I.L.C.V.
e ponto final.
Postar um comentário