17.9.09

Adrenalina

Somos conduzidos por leis inúteis.
A condução do suborno
Linhas e fumaça:
Adrenalina.

Eu sinto sono e viajo em mim.
Eu amo o mundo e ao caretismo dos meus pais.
Parecemos até nas vontades,
A diferença: Eu também sou melhor.

Cheio de vontade própria
Inalar o sufoco, degustar a morte
Sortear o mundo.
A culpa é nossa. Só nossa.
Postar um comentário