21.6.10

O homem que enxergava Tudo Preto e Branco

Uma História Intrigante
Sob Olhares Matizes
Que deveras sorte
Aguenta o colorido arrogante.

Ser Perfeito é tão bom
e ninguém percebe:
Que igual a mim e você
só diante do espelho.

Como pode algo tão ridículo acontecer
Uma Contrariedade na forma humana Monocromática
A sua Beleza funcionava como um mártir, um galã,
ou um piloto de avião, de forma respeitada e substancial

Desde 07 de agosto, o seu aniversário era
um bolo lindo, uma circunstância de sabores sob olhar monocromático.

Evoluiu a história das cores
Diante do aprendizado de tons quentes e mais frios,
pois só ele enxergava Preto e Branco.

O fogo pôde lhe servir de vermelho, amarelo e laranja
O gelo os tons azúis de um céu cinza
Conheceu o amor e casou-se.
- E nada de transplante -
As imaginações podiam ser coloridas.
Postar um comentário