12.9.11

Eu sou viciado em você.

Que sentimento louco é a paixão.
Me deixa avulso, voraz
Cheio de vontade de querer
Perplexo com o moinho que há em meu coração.

Sou meio ladrão de Tesouros.
De corações alimento-me
Das palavras ditas lembro-me
Porque eu gosto de culpar-me.

Viril é o meu esforço
De sustentar maluquices
Embriagadas do excesso de mim
Chapadas pelo excesso de sonhos.

Me decepcionaria com a paixão?
Não, porque sustento este meu sofrer
Lameado em preto e branco,
Já que as cores só as fotos possuem.

Em meus olhos fechados
Toda lembrança é cinza
Eu não estava dormindo, apenas sonhando.
Então, vem cá e deita no meu colo.
Abre um sorriso bobo e relaxado
Deixa os meus dedos em tua nuca
Eu sou viciado em você.
Postar um comentário