5.8.10

Vem pra mim

Eu poderia falar mil coisas sobre o amor
Mas não é fácil insistir
Sov a pena da dor
Não te ter e sumir.

Eu poderia acreditar mais uma vez
Que existem olhos como os seus
Perdidos e sem brilho por aí, talvez.
Mas eu quero sentir os beijos teus

Vem pra mim
Que eu devolverei o teu brilho
Vem pra mim
Que eu farei serenatas pra você
Vem pra mim
Que eu cumprirei qualquer promessa feita
Vem pra mim
Que você conhecerá o meu amor por você

E a cada pesadelo teu segurarei tuas mãos.
Farei você acordar e te beijarei até adormecer novamente.
Postar um comentário