25.10.10

Estica o cérebro e vai.

Pega e estica o cerébro.
 balançando os neurônios
 sob o véu esplendoroso da razão
 
Esplendoroso véu racional, onde estou quando habito?
Esplendorosa vida contida, leve-me. Leve.

Pega e estica o solo capilar.
Os arrepios que movem os sentidos
No castrar de muitos emblemas sórdidos.

Sortida morte que invade, consiga-me uma dose de vida?
Sortida invasora mortal, vai. Vai. Vai.
Postar um comentário