17.5.11

Mesmo sem saber dançar

Enquanto há mentes
De juras defeituosas
.                                   Eu acredito.

Sem gosto e pobre,
Um mundo nasce e fica na podridão dos ossos.
Samba, sonho e solidão.

      Eu tenho pesares
de Diversos tamanhos
 .                                     e muito secretos.

Não costumo me envolver obediente,
A teimosia me alenta e conforta
.                                                               Prefiro assim do que o P&B.

Sabe, te vi logo de manhã no singelo texto.
E confesso que sorri um sorriso lindo.
E assim amanheceria todos os dias em sonhos de valsa.
Postar um comentário