26.10.12

Até que a vida renasça POR si!

A visão mudou, a memória afundou e os versos foram transformados em vírgulas.
Tão certo como o amanhã que se levantará(adoro essa frase), a poesia prevalecerá na fantasia dos filhos do Amor.
Há tanto sucesso e tanta positividade a serem distribuídos que todos os ditos honestos e não angustiados, sinceramente, parecem perdidos e desencontrados. Possuir o poder garante mais de si para o outro? Não, pois não há poder.
É tão difícil aceitar que, mesmo na maior contradição, o Homem, para sempre, será o mais néscio dos seres vivos, pois da morte que se descobre a vida nasce o carinho. Há curas específicas para os males mais aterrorizantes.
Tudo permanece igual e nada é novo, pois a alma calejou-se com métricas inúteis, esperanças mal planejadas e argumentos empobrecidos pelo futuro passado ao lançar-se para o futuro.
Pois bem, a morte não existe até que a vida renasça POR si!

Postar um comentário