1.2.13

PUTAS

A verdadeira puta não possui sexualidade, tampouco sabor.Ela tem no sorriso um convite aos demônios distantes do acaso, repreendidos por um Cristo inexistente de suas almas hipócritas.

A verdadeira puta é aquela que julga, por sua cegueira além da aparência da alma.
A verdadeira puta é aquela que discrimina, segrega e faz piada da educação de um homem, da gentileza de um amigo, da solidão de um artista.
Postar um comentário