8.4.15

E não morra

Deixa que o silêncio
Envolva totalmente
As palavras de amor
Que proferir

Não tente, pois,
Ousar trair
A língua
Com gestos obscenos

Quando,  da sabedoria,
possuir o fundamento
Já estará afortunado
Pela graça de ser calado

Não o calo,
Não a voz branda,
Não apenas o melhor amigo
Mas o desejo e o orgasmo.

Uma questão de tempo
Para que?
não dissolva?
não morra ?

Postar um comentário