15.9.11

E quando um favor chega inesperadamente chega ao fim?

Olha, há sempre um jeito bom de amar as coisas que se tem.
Mas até no 'bom jeito de amar' existem os dias em que o mau humor e a falta de confiança exercem um papel tão irremediável que torna cansativo o diálogo e o preocupar-se com recomeços e renovos. PQP, Não quero mais isso não.

E quando um favor chega inesperadamente chega ao fim?

Sinceramente, não posso e não quero viver como quem se resolve e se dissolve nos próprios pensamentos por medo ou solidão, isso chega a ser Idiota e inconsequente. Por que atrapalhar-se em tudo? Por que transformar em Bode Expiatório aquele que nunca incitou nenhum tipo de mágoa, rancor ou culpa por tantos erros e cargas assoladas? Não é drama excessivo, conhecendo a verdadeira causa de tudo estar um caos e tão largado depois de 2, 3, 12 anos?
Preto é sinal de luto pra quem jura de amores e não teme a quitação desordenada de débitos ou pra quem tenta ser feliz de novo e de novo e de novo...me poupe.

Agora, Se
dizer todas as verdades não
é mais uma bobagem,  aguenta.
Ninguém vai te poupar.
Porque a vida é simplesmente mágica.
Uma verdade atrás da outra.
Postar um comentário